BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os livros publicados pelo Coronel Paúl, encaminhe e-mail para pauloricardopaul@gmail.com

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

CRISE NO RIO - DIA 5 - SERVIDORES E MILITARES PROTESTARÃO NO PALÁCIO GUANABARA



Prezados leitores, ontem, o jornal O Dia noticiou a programação de mais um protesto no Palácio Guanabara a ser realizado no próximo dia 5 (amanhã) com a denominação de "PASSEATA DO CALENDÁRIO DA FOME" (Fonte).
Um novo esforço que une servidores e militares (Bombeiros e Policiais) do estado do Rio de Janeiro contra a violação dos nossos direitos por parte do governo Pezão.
O nosso espaço apoia a mobilização e estaremos presentes exercendo, além da nossa cidadania como integrante da manifestação, o jornalismo independente que praticamos há anos.
Por falar em jornalismo a matéria do jornal O Dia, ao qual agradecemos pela divulgação, contém um equívoco muito comum na imprensa, mas que nós servidores e militares devemos corrigir sendo fiéis a verdade constitucional.
Nós que criticamos os erros do governo, devemos primar pelo certo.
Nessa luta nós estamos juntos, mas temos que ter o cuidado de não identificar os militares (Bombeiros e Policiais) como servidores, pois isso está errado.
Certamente, os servidores e os militares servem ao público, mas as denominações são diferentes.
Portanto, errou o jornal O Dia ao identificar um Bombeiro Militar como uma das lideranças do MUSPE.
O MUSPE é o Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais.
Um Bombeiro Militar ou um Policial Militar pode presidir uma associação BM ou PM, pode ser uma liderança entre os seus pares, mas não pode ser identificado como uma liderança do MUSPE.
Como um representante sindical dos servidores não pode ser apontado como uma liderança entre os militares.
A união é indispensável nesta luta. 
É o "Juntos Somos Fortes!" que nasceu em 2007.
As reuniões em conjunto devem ser realizadas entre servidores e militares do estado do Rio de Janeiro.
O local pode ser um sindicato civil ou uma associação militar, sem qualquer problema.
A nossa união, servidores e militares, deve crescer a cada dia, mas não precisamos contrariar o texto constitucional para alcançar nossos objetivos, isso não acrescenta nada e sinaliza que não conhecemos da matéria, o que é um equívoco, pois conhecemos.

Juntos Somos Fortes!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.