Comunique ao organizador qualquer conteúdo impróprio ou ofensivo

sábado, 21 de janeiro de 2017

CUIDADO, SERVIDORES E MILITARES! ACORDO TEMER-PEZÃO VEM POR AÍ...

Prezados leitores, os servidores, os militares (PMs e BMs), os inativos (aposentados) e as pensionistas devem estar mobilizados para o enfrentamento contra o acordo Temer-Pezão, tendo em vista que é de domínio público que eles querem que paguemos a conta da má gestão e dos desvios do dinheiro público no estado do Rio de Janeiro.




"Jornal O Dia 
Servidor: Recuperação fiscal do Rio será apresentada quinta-feira a Temer 
Morte do ministro do STF, Teori Zavascki, levou ao adiamento da reunião que ocorreria nesta segunda-feira 
20/01/2017 18:41:36 - ATUALIZADA ÀS 20/01/2017 18:43:52 
Rio - O plano de recuperação fiscal do Estado do Rio será apresentado pelo Ministério da Fazenda ao presidente Michel Temer na quinta-feira. A data que seria na segunda-feira foi adiada por conta da trágica morte do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki. 
Em nota, o Ministério da Fazenda informou que "a formatação jurídica adequada às medidas necessárias ao restabelecimento do equilíbrio fiscal do Estado do RJ será compartilhada com o Supremo Tribunal Federal. Devido ao falecimento do Ministro Teori Zavascki, o encontro do Presidente da República, do Governador do Estado do RJ e do Ministro da Fazenda foi reagendado para quinta-feira às 15h" (Fonte)". 

Juntos Somos Fortes!

2 comentários:

  1. Esse acordo, o servidor vai entrar com c..., , E eles o governo com a p...

    ResponderExcluir
  2. Como pode a Exmª Ministra do STF chancelar um acordo imoral e inconstitucional desses:
    - Servidor estatutário não tem obrigação de compor equilíbrio atuarial; isso é fundamento de Fundo de Pensão.
    - Os militares não estão sob regime previdenciário do Rioprevidência;
    - O nosso aumento foi votado e é legítimo;
    - Enquanto querem diminuir os nossos proventos não vejo esforços para reduzir os salários milionários do Judiciário;
    - Que justiça é essa que deixa o Poder Judiciário ganhar 24% de forma ilegal - segundo o próprio STF - e quer reduzir os nossos salários legitimamente conquistados???????

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.