BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS ESGOTADOS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os próximos livros a serem publicados pelo Coronel Paúl, basta encaminhar e-mail para pauloricardopaul@gmail.com e forneceremos informações.

sábado, 29 de abril de 2017

EXONERAÇÃO DO SECRETÁRIO DE SEGURANÇA É IMPRESCINDÍVEL - MAIS UM PM ASSASSINADO EM SERVIÇO



Prezados leitores, mais um Policial Militar foi assassinado em serviço.
A violência está inteiramente fora de controle no estado do Rio de Janeiro.
A população não suporta mais tanta violência.
As ações na área da segurança pública não estão sendo eficientes para reverter o quadro.
O fato é que a gestão da segurança pública continua muito ruim, como foi no período do ex-secretário de segurança Beltrame, o que era de se esperar, pois substituído pelo seu auxiliar direto, ou seja, foi promovida uma continuidade na gestão.
Diante do exposto, fica evidente que a substituição do secretário de segurança é uma necessidade para que nasça a esperança de dias melhores para o Rio de Janeiro.
O governador Pezão deve ter coragem para exonerar o secretário de segurança (coragem que Cabral não teve com realação a Beltrame) e aproveitar para extinguir a secretária de segurança pública (SESEG), um órgão caríssimo e improdutivo, transformando o Comando Geral da Polícia Militar e a Chefia da Polícia Civil em secretarias.
A transformação não acarretará qualquer ônus para os cofres públicos e ainda poupará  milhões com a extinção da SESEG, algo importantíssimo nessa crise econômica, além de recuperar para as polícias centenas de seus integrantes que hoje estão nesse órgão.



"Site G1
PM é morto a tiros na Zona Oeste do Rio
Militar é o 61º policial assassinado no estado desde o 1º dia do ano. Crime ocorreu por volta das 22h30 desta sexta-feira (28). 
Por G1 Rio 
29/04/2017 08h18 Atualizado há 10 minutos 
Um policial militar foi morto a tiros na Zona Oeste do Rio, na noite desta sexta-feira (28). O PM participava de uma abordagem por volta das 22h30 na Estrada do Pau Ferro, no bairro Pechincha, em Jacarepaguá, quando os suspeitos efetuaram disparos contra a vítima e mais dois militares. É o 61º caso de PM morto no estado desde o 1º dia do ano.
Segundo informações do 18º BPM (Jacarepaguá), os três PMs do serviço reservado da unidade, também chamado P2, suspeitaram de dois homens que estavam em uma motocicleta. Abordados, os criminosos dispararam e teve início um tiroteio. No confronto, o o sargento Alex Sandro da Silva Viana foi atingido. O disparo acertou o tórax do policial, atravessou o corpo e saiu pelas costas (Leiam mais e assistam a reportagem)". 

Juntos Somos Fortes!

2 comentários:

  1. No vídeo que eu vi, só vejo um homem na moto e o só ele fugindo após a troca de tiros. Não é normal a PÉ, fazer abordagens na rua, muito mais a essa hora. Já houve caso de policial trocar tiros com a P2 por causa disso. Se eu estou no meu veículo a noite e de repente for abordado por indivíduos paisano, a primeira coisa que vou pensar é que são vagabundos tentando me assaltar, falsa blitz e etc, menos que são policiais e com certeza pode haver troca de tiros. Sinto muito pela perda de mais um companheiro, que por sinal deveria ser um bom combatente, infelizmente quem mais perde é a família e essa sociedade mal agradecida

    ResponderExcluir
  2. É triste ver a "Cidade Maravilhosa" às portas de ver seu þítulo substituído por algo tipo "inferno na terra"! É um pena que o povo carioca, embriagado por ilusões , não ouviu os alertas de conscientização por partes de melhores cidadãos comprometidos com a Verdade e verdadeiro progresso do Rio e não com aparências e farsas! Parabéns cel Paúl pir toda o seu histórico de alerta e chamada das atenções às prioridades e a conscientização! Essa fase parece ter passado e pode só nos restar uma intervenção militar (espero que não pedida pelo Governo Federal, pois nada que vem de iniciativa política parecer prestar! mas oor iniciativa do povo unido)

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. O conteúdo dos comentários são de sua responsabilidade.