BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os livros publicados pelo Coronel Paúl, encaminhe e-mail para pauloricardopaul@gmail.com

quinta-feira, 27 de abril de 2017

"PACIFICAÇÃO": TIROTEIOS EM COMUNIDADES COM UPP AUMENTARAM 13.746%

Pacificadores: ex-secretário de segurança Beltrame e ex-governador Sérgio Cabral


Prezados leitores, os interesses escusos para ser reeleito fez com que no governo Sérgio Cabral fossem instaladas de qualquer jeito dezenas de Unidades de Polícia Pacificadora, sem qualquer infra-estrutura e colocando nelas jovens Policiais Militares formados de forma deficiente e sem qualquer experiência.
A imprensa aplaudiu de pé e alegou que as UPPs eram a solução para a segurança pública no país.
O governo não prendeu os traficantes, avisou antes de ocupar e permitiu que eles permanecessem nas comunidades ocupadas.
O resultado não poderia ser outro: o caos completo.
Hoje nas comunidades com UPPs sofrem os Policiais Militares e os moradores com o risco constante de morte.

"Jornal Extra 
27/04/17 06:00 Atualizado em 27/04/17 06:39 
Tiroteios em favelas com UPP aumentam 13.746% em cinco anos 
Carolina Heringer 
Pedro, de 10 anos, não tirava os olhos da mãe. No enterro de seu irmão, Paulo Henrique, três anos mais velho, vítima de uma bala perdida no Complexo do Alemão, o menino tentava acalmá-la. A preocupação fez o choro parar. “Calma, mãe, calma. Por favor, levanta”, sussurrava. A cuidadora Michele de Oliveira, de 33 anos, desmaiou duas vezes durante o sepultamento do filho, quarta-feira à tarde, no Cemitério de Inhaúma. Cerca de 200 amigos e parentes do adolescente estavam presentes.
Paulo Henrique foi baleado na barriga, na segunda-feira, durante um tiroteio entre traficantes e policiais militares. No confronto, um policial do Bope também ficou ferido. Um estudo feito pela própria Polícia Militar mostra que em cinco anos, os confrontos em áreas com UPPs, como o Alemão, aumentaram 13.746%, passando de 13 em 2011 para 1.555 em 2016.
Em apenas três UPPs do Complexo do Alemão — Nova Brasília, Fazendinha e Alemão — foram registrados 245 confrontos em 2016 e 2017 (Leiam mais)". 

Juntos Somos Fortes!

Um comentário:

  1. A Polícia não tem mais nada a perder! O "Sistema" através do Estado atual (próximo do comunismo) está decidido a desmantela-la, desmilutari-la e reaborve-la como uma Forna Nacional bolivariana . Com a novidade que Muchel Temer (árabe) vai previlegiar introdução de islâmicos na instituição! Pous se a Polícia não der um salto de qualidade de sobrevivência , para não dizer de Patriotismo, e se unir de modo nacional(e informal) com todas as polícias, e seus familuares, no Brasil inteiro , formando uma Frente única inovadira contra a Cultura do crime institucionalizadi ( uma espécie de Ong ou OAB amadora de Direita, enfim ser não se libertar do "Sistema" e se reinventar de modo Original e inteligente, não sobreviverá

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. O conteúdo dos comentários são de sua responsabilidade.