BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS ESGOTADOS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os próximos livros a serem publicados pelo Coronel Paúl, basta encaminhar e-mail para pauloricardopaul@gmail.com e forneceremos informações.

quinta-feira, 13 de abril de 2017

A INÉRCIA DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO RJ NO GOVERNOS SÉRGIO CABRAL E PEZÃO



Prezados leitores, realmente a postura do MP-RJ deixou muito a desejar nos governos Cabral e Pezão. 
Nós podemos citar um fato incontestável no qual o MP-RJ não adotou as medidas que eram pertinentes ao dever de ofício. 
Em 2012, Sérgio Cabral rasgou todas as legislações sobre o tema e ilegalmente prendeu em Bangu 1 10 Policiais Militares e 10 Bombeiros Militares. 
Inclusive os manteve incomunicáveis por dias.
O MP-RJ foi formalmente informado e não adotou os procedimentos que a situação exigia,  aceitando uma desculpa esfarrapada do então Comandante Geral da PMERJ para o caso dos Policiais Militares, quando ele nem tinha competência para dar tal ordem. 
Vergonha! 
Quem sabe alguém desarquiva esse crime e resolve apurá-lo.

"Jornal O Globo 
Silêncio complacente
LAURO JARDIM 
12/04/2017 11:39 
Em sua página no Facebook, o procurador regional da República no Rio de Janeiro Athur Gueiros desceu a borduna nos procuradores do Ministério Público Estadual, que deixaram passar por entre as pernas a quantidade industrial de roubos perpetrados por Sérgio Cabral e comparsas. Diz Gueiros: 
— É um absurdo que pessoas no Ministério Público tenham permitido que esses canalhas saqueassem tudo. Alguém tem que se responsabilizar. Alguém tem que mostrar a cara e dizer "errei", "me omiti", "fui condescendente", para que essa vergonha toda não manche a reputação de uma das insituições mais respeitáveis do país. Esse silêncio complacente não pode continuar, em nome dos honrados membros e servidores do MP/RJ e de toda a população do estado. 
Quem se habilita a contar o motivo de tanta inapetência em investigar? (Fonte)". 

Juntos Somos Fortes!

9 comentários:

  1. Esse silêncio, na nossa opinião, não tem nada de "complacente". Os adjetivos são outros: cúmplices, omissos, coniventes, e por aí...

    ResponderExcluir
  2. Lamentável esse comportamento por parte do MP

    ResponderExcluir
  3. Não há novidade ! Não é surpresa ver o Sistema agir morosamente em se corrigir! O Estado não tem interesse em corrigir nada para o povo; o Estado é só um "Sistema" em colapso tentando "sobreviver" e cintinuar ditando as "regras do jogo" socio-polituco-judiciario

    ResponderExcluir
  4. ERREI,POR QUE RECEBI PROPINA,SOU DA MESMA LAIA QUE CABRAL.
    ERA ISSO QUE ELES DEVERIAM DIZER.
    ENQUANTO CABRAL NÃO DELATA-LOS,VÃO CONTINUAR QUIETINHOS.
    CASO SAIA A DELAÇÃO,VÃO SE DIZER INDIGNADOS.

    ResponderExcluir
  5. Incrível é a inércia do MP em relação aos aos privilégios do Cabral no presídio de Bangu.

    ResponderExcluir
  6. Estão todos enfiados nessa lama.

    ResponderExcluir
  7. Não esqueçam o lema dos dois governose de Sérgio Cabral: "SOMANDO FORÇAS". Assim como os nomes de operações policiais (lava jato, calicute, purificação, etc), esses slogans tem a ver com a natureza dos homens.

    Sgt Foxtrot

    ResponderExcluir
  8. E os delegados da polícia federal que ainda trabalham na secretaria de segurança pública?

    ResponderExcluir
  9. No governo Sergio Cabral tudo esta comprado pela quadrilha.

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. O conteúdo dos comentários são de sua responsabilidade.