Comunique ao organizador qualquer conteúdo impróprio ou ofensivo

terça-feira, 16 de maio de 2017

PESSOAS MORRERAM ENQUANTO CABRAL, CÔRTES E OUTROS DESVIAVAM 300 MILHÕES DA SAÚDE

ex-governador Sérgio Cabral e ex-secretário Sérgio Côrtes


Prezados leitores, pessoas como Sérgio Cabral e Sérgio Côrtes deveriam ficar na prisão, apartados do convívio com a população, até o fim dos seus dias.
São perigosíssimos, não podem circular entre nós.
Não se sensibilizaram nem com a norte diária de seres humanos nos hospitais públicos por falta do atendimento médico adequado e desviaram, segundo o MPF, R$ 300 milhões para suas vidas de viagens e farras.

"Jornal O Globo
MPF denuncia Cabral, Sérgio Côrtes e mais cinco por desvios de até R$ 300 milhões na Saúde
Além deles, os sócios da Oscar Iskin e o delator do esquema César Romero vão responder por corrupção e organização criminosa 
RIO — Quinze dias depois de ter deflagrado a Operação Fatura Exposta, o Ministério Público Federal (MPF) denunciou o ex-governador do Rio Sérgio Cabral, o ex-secretário estadual de Saúde Sérgio Côrtes e outras cinco pessoas pelos crimes de corrupção passiva, corrupção ativa e organização criminosa. César Romero, subsecretário-executivo de Côrtes, Carlos Miranda, Carlos Bezerra, Miguel Iskin e Gustavo Estellita também vão responder criminalmente pelas irregularidades cometidas na Secretaria Estadual de Saúde, entre 2007 e 2014. Eles são acusados de desviar até R$ 300 milhões em em contratos fraudados da secretaria e do Instituto Nacional de Traumatologia (Leiam mais)".

Juntos Somos Fortes!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.