BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS ESGOTADOS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os próximos livros a serem publicados pelo Coronel Paúl, basta encaminhar e-mail para pauloricardopaul@gmail.com e forneceremos informações.

quinta-feira, 25 de maio de 2017

POLÍTICA - EU SOU MINORIA E POR ISSO NÃO APROVO NENHUM PROJETO...



Prezados leitores, nós estamos cansados de ouvir por parte de parlamentares que integram minorias nos três níveis legislativos (municipal, estadual e federal) que não conseguem aprovar os seus projetos em razão deles não serem colocados em pauta pela presidência da casa legislativa, presidente que integra a maioria, e quando são colocados para votação são derrotados pelos votos da maioria.
O que não falam esses parlamentares é que essa realidade era de conhecimento prévio dele, não existe qualquer novidade, ele não foi pego de surpresa pelos fatos.
O candidato ao optar pela candidatura por um partido menor que não integra a maioria da casa legislativa, onde considera ter mais chances de se eleger, ele tem conhecimento prévio que dificilmente aprovará qualquer projeto que contrarie o interesse do grupo majoritário.
Tal realidade torna inócua e oportunista a desculpa de qualquer parlamentar que alega não conseguir aprovar projetos por ser minoria.
A dificuldade era do seu conhecimento antes das eleições.
O certo é que seus eleitores não esperavam dele apenas discursos inflamados e brigas verbais e/ou físicas no plenário ou fora dele, considerando que tais posturas nada produzem de positivo para o povo, apenas o destacam na imprensa e ele ganha o rótulo de "lutador" contra o sistema.
Um "lutador perdedor" diga-se de passagem.
Os seus eleitores esperavam que ele aprovasse projetos de interesse popular.
O como conseguir esse resultado é responsabilidade dele, compromisso que assumiu com seus eleitores, afinal ele foi voluntário para ser parlamentar e optou por ser um parlamentar da minoria.
O país não precisa de promotores de "bravatas".
A situação é gravíssima.
Os serviços públicos essenciais entraram e colapso, o que está provocando a morte de cidadãos brasileiros aos milhares.
O Brasil precisa de representantes do povo de comprovada honestidade e competência.
Basta de desculpas!
O país necessita que os nossos futuros parlamentares não possuam apenas honestidade comprovada, nem apenas a competência.
Nada adianta um parlamentar honesto que não produz nada, não muda a situação atual, como piora o quadro um parlamentar competente e desonesto.
É hora de renovar de forma ampla, geral e irrestrita o nosso poder legislativo.
Não reeleja ninguém no legislativo e nem eleja nas eleições majoritárias quem tem mandato atualmente.
O Brasil só mudará mudando as pessoas.

Juntos Somos Fortes!

Um comentário:

  1. CARO COMPANHEIRO CORONEL PMERJ PAUL,
    Meu tataravô paterno Sebastião dos Santos Andrade, nasceu no brasil império, em 1860,entrou para a GUARDA NACIONAL REPUBLICANA, no governo do Marechal Deodoro e no governo de Floriano Peixoto, no posto de Capitão, lutou pelas tropas legalistas, contra os revoltosos da armada em 1894, sendo por isso condecorado e gratificado, mas não viu o Brasil mudar.
    Meu tio avô, Maximiliano de Andrade Brito, neto dele, estava dentro do forte de copacabana em 1922, mas recusou-se a sair para enfrentar as tropas do governo, foi preso e confinado num quartel do rio grande do sul, foi libertado mas também não viu o Brasil mudar!!
    Meu avô materno, Zeferino Alves dos Santos, funcionário civil do antigo ministério da guerra, foi escolhido pelo ditador civil Getúlio Vargas, para ser o seu motorista, função que ocupou entre 1940 até 1945, quando Vargas foi deposto, e retornou a mesma função quando o ex ditador voltou nos braços do povo, permanecendo na mesma até o suicídio do caudilho, mas também não viu o Brasil mudar!!
    Meu pai, Walter de Brito Fontes, que trabalhava na rede de supermercado DISCO,foi convidado pelo dono da mesma, Augusto Frederico Schmidt, para ocupar um cargo numa empresa estatal na nova capital do país, Brasília, em 1961, levando toda família, inclusive eu, filho mais velho.
    Em 31 de março de 1964, quando brincava entre os espaços da superquadra 414 sul, vi os tanques ocupando o eixo monumental achei estranho e quando meu pai chegou em casa a noite perguntei sobre o que estava acontecendo e meu pai respondeu que boa coisa não era.
    E não era mesmo pois ele foi demitido da empresa, sem justa causa, sem receber os direitos trabalhistas, após uma intervenção militar, através da CGI( COMISSÃO GERAL DE INVESTIGAÇÃO). Ou seja, para ele e para a sua família o Brasil mudou para pior.
    ESPERAVA-SE MUDANÇAS MAS O BRASIL NÃO MUDOU, E APÓS 25 ANOS DE GOVERNO MILITAR, ASSUMIRAM OS PRESIDENTES ELEITOS PELO VOTO DIRETO, QUANDO ENTÃO O BRASIL PIOROU!!!
    RESUMO DA ÓPERA: "NO QUARTEL DE ABRANTES TUDO FICOU COMO DANTES"
    MINHA CONCLUSÃO: NESTE PAÍS, DO JEITO QUE AS COISAS FORAM SENDO AJEITADAS, NADA MUDARÁ NEM EM CEM ANOS".
    É COMO DIZIA O GENIAL LIMA BARRETO:
    "O BRASIL NÃO TEM POVO MAS PLATÉIA!!
    SAUDAÇÕES
    PAULO FONTES

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. O conteúdo dos comentários são de sua responsabilidade.