Comunique ao organizador qualquer conteúdo impróprio ou ofensivo

quarta-feira, 31 de maio de 2017

IMPECAHMENT DE PEZÃO: PICCIANI ARQUIVOU VÁRIOS MAS NOVOS PEDIDOS ESTÃO SURGINDO

governador Pezão e presidente Temer


Prezados leitores, dizem que o presidente da ALERJ, deputado Jorge Picciani (PMDB) e o governador Pezão (PMDB) não integram o mesmo pedaço do PMDB, mas Picciani tem arquivado sistematicamente os pedidos de impeachment contra o governo.
No mundo político os interesses nem sempre são fáceis de serem entendidos por quem vive fora dele.
Após o arquivamento dos pedidos existentes novos pedidos já foram protocolados.
Apesar dos esforços do presidente da ALERJ, a reprovação das contas de 2016 pelo TCE-RJ deverá ocasionar mais pedidos de impedimento do governador.
Será que os arquivamentos continuarão?

"Jornal O Globo
Com parecer do TCE contrário à gestão de 2016, Pezão pode ter dificuldades na Alerj 
Rejeição das contas do estado aumenta pressão por impeachment do governador 
RIO - Não adiantou decretar calamidade financeira para blindar o governo. As contas de 2016 do Rio foram reprovadas nesta terça-feira, por unanimidade, pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). O Palácio Guanabara não conseguiu convencer os três conselheiros substitutos e a relatora e presidente interina do órgão, Marianna Montebello, de que o descumprimento de leis foi necessário para enfrentar uma crise sem precedentes. Segundo especialistas ouvidos pelo GLOBO, ainda que o TCE seja apenas o órgão técnico que emite parecer prévio para embasar o julgamento das contas pelos deputados estaduais, a decisão deve pressionar ainda mais a gestão de Luiz Fernando Pezão. Ainda na terça, dois pedidos de impeachment do governador foram protocolados na Assembleia Legislativa: um pelo PSOL e outro pelo Movimento Unificado de Servidores Públicos (Muspe). A OAB-RJ também estuda se vai pedir a saída de Pezão. 
— Nesse contexto em que o governador já está muito desgastado, é evidente que (a decisão do TCE) é negativa. O Tribunal de Contas fez o seu papel. De qualquer jeito, a oposição vai entrar com novos processos de impeachment — diz o cientista político e professor da PUC-Rio Ricardo Ismael (Fonte)". 

Juntos Somos Fortes!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.