BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os livros publicados pelo Coronel Paúl, encaminhe e-mail para pauloricardopaul@gmail.com

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

PRISÃO DE CABRAL: DA EUFORIA DO PODER À CELA DA CARCERAGEM DA POLÍCIA FEDERAL

Prezados leitores, ex-governador Sérgio Cabral experimenta o fundo do poço na vida.

"Blog do Aluízio Amorim
sábado, dezembro 10, 2016
SERGIO CABRAL, DA EUFORIA DO PODER À CELA DA CARCERAGEM DA LAVA JATO EM CURITIBA






Na foto acima postada no site de O Globo, a chegada do ex-governador Sergio Cabral à carceragem da Polícia Federal em Curitiba e no vídeo abaixo, uma cena do camarote oficial das autoridades no carnaval do Rio de Janeiro em 2010. 
A reportagem de O Globo informa que Cabral foi transferido para Curitiba por recebido visitas na prisão de modo irregular, de acordo com requerimento do Ministério Público Federal (MPF). "A transferência para local distante do seu âmbito de influência é medida que visa resguardar a ordem pública", diz um trecho da decisão do juiz. 
Já no carnaval de 2010, como mostra o vídeo, denotando estado de euforia, Cabral então todo poderoso recebeu Dilma e Madona no camarote. O vídeo flagra o momento em que Cabral concede entrevista para imprensa internacional que cobria o evento. 
Agora Cabral estará fazendo companhia para os presos da Operação Lava Jato. Transcrevo a notícia do site de O Globo. Cabral foi recepcionado, porém de forma diferente daqueles anos em que reinava absoluto ao lado da Dilma, Lula e demais petistas. Leiam: 
O ex-governador do Rio Sérgio Cabral chegou em Curitiba por volta das 16h20m deste sábado e depois de passar por exames no Instituto Médico Legal (IML) foi encaminhado para a carceragem da Polícia Federal, onde estão outros presos da Operação Lava-Jato. Cabral foi transferido do Complexo de Bangu nesta manhã por determinação do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro (Leiam mais)". 

Juntos Somos Fortes!

Um comentário:

  1. CARO COMPANHEIRO CORONEL PMERJ PAUL

    PARECE QUE O MESTRE BOB DYLAN QUANDO COMPÔS LIKE A ROLLING STONE, EM 1966, ESTAVA JUSTAMENTE PENSANDO EM PESSOAS COMO SÉRGIO CABRAL E SUA CAMARILHA VEM COMO TODOS OS DEMAIS POLITICOBANDIDOCRATAS DESTA INFELIZ BRUZUNDANGA TUPINIQUIM!!
    OBSERVEM A TRADUÇÃO DA LETRA ABAIXO
    SAUDAÇÕES

    PAULO FONTES

    Uma Pedra Rolando like a rolling stone
    ROBERT ZIMMERMAN BOB DYLAN
    PRÊMIO NOBEL DE LITERATURA 20016 PELO CONJUNTO DA OBRA

    Era uma vez, você se vestia tão bem
    Em seu auge, dando esmola aos mendigos, não era?
    As pessoas diziam "Cuidado, Você pode se dar mal!"
    Você pensou que estavam brincando com você
    Você costumava rir
    De todos que vadiavam a sua volta
    Agora você não fala tão alto
    Agora você não parece tão orgulhoso
    Tendo que comer sua próxima refeição

    Qual é a sensação?
    Qual é a sensação?
    De estar sem lar?
    Como um completodesconhecido
    Como uma pedra rolando?

    Você frequentou as melhores escolas, certo, senhor solitário
    Mas você sabe que queria apenas encher a cara
    Ninguém nunca te ensinou como viver nas ruas
    E agora você vai ter que se acostumar com isso
    Você disse que nunca se comprometeria
    Com um vagabundo misterioso, mas agora você percebe
    Que ele não está vendendo álibis
    Enquanto você olha fixamente para o vácuo de seus olhos
    E o pergunta, "quer fazer um trato?"

    Qual é a sensação?
    Qual é a sensação?
    De estar sozinho
    Sem direção alguma?
    Como uma completa desconhecida?
    Como uma pedra rolando?

    Você nunca se virava pra ver os malabaristas e palhaços
    Quando eles faziam truques para você
    Você nunca entendeu que isso não é bom
    Você não deveria deixar que eles se dessem mal por você
    Você costumava cavalgar o cavalo cromado com seu assessor
    Que carregava em seu ombro um gato siamês
    Não foi difícil quando você descobriu que
    Ele realmente não era o que aparentava ser
    Após ter te roubado tudo o que podia?

    Qual é a sensação?
    Qual é a sensação?
    De estar sozinho
    Sem rumo para casa?
    Como uma completa desconhecida?
    Como uma pedra rolando?

    Você como um príncipe na torre e todas aquelas pessoas bonitas
    Estão bebendo, pensando que se deram bem
    Trocando presentes caros, mas é melhor você pegar esse anel de diamantes
    E penhorá-lo, meu amigo
    Você costumava se divertir tanto
    Com o Napoleão de trapos e a linguagem que ele usava
    Vá até ele agora, ele está te chamando, você não tem como recusar
    Quando você não tem nada, você não tem nada a perder
    Você está invisível agora, você não tem mais segredos a ocultar

    Qual é a sensação?
    Qual é a sensação?
    De estar sozinho
    Sem rumo para casa?
    Como um completo desconhecido?
    Como uma pedra rolando?
    Original

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.