BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS ESGOTADOS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os próximos livros a serem publicados pelo Coronel Paúl, basta encaminhar e-mail para pauloricardopaul@gmail.com e forneceremos informações.

domingo, 25 de dezembro de 2016

CRISE NO RIO: CULPA DOS GOVERNADORES, SECRETÁRIOS, DEPUTADOS E MEMBROS DO TCE-RJ



Prezados leitores, temos insistido nos nossos arquivos que a culpa pela falência do Rio de Janeiro não é só do ex-governador Sérgio Cabral e do governador Pezão, mas também dos seus secretários estaduais, dos deputados da ALERJ e dos integrantes do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro.
É uma culpa solidária.
Todos fazem parte do caos econômico implantado no estado por ação ou omissão.
Todos devem ser investigados e responsabilizados os que merecerem.
A matéria do Jornal O Globo comprova.
Talvez seja a hora de fazer um ato de protesto no TCE-RJ.

"Jornal O Globo
TCEs aprovaram contas de estados em calamidade financeira
Desequilíbrio fiscal de Rio, Minas, Goiás e Rio Grande do Sul foi ignorado 
SÉRGIO ROXO 
25/12/2016 4:30 / atualizado 25/12/2016 9:51 
SÃO PAULO — Responsáveis por zelar pelo bom uso do dinheiro público, os tribunais de contas deram aval para a gestão financeira de estados que hoje enfrentam dificuldade até para pagar o salário dos funcionários. Mesmo em situação de desequilíbrio fiscal, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Goiás tiveram as contas de 2015 aprovadas. Os quatro estados são os que apresentam as piores notas na avaliação financeira da Secretaria do Tesouro Nacional. 
A falta de uma atuação mais rigorosa na fiscalização da administração orçamentária faz com que o papel dos tribunais de contas estaduais (TCEs) seja colocado em xeque. Para especialistas, as nomeações políticas dos conselheiros contribui para que os pareces das áreas técnicas sejam minimizados no julgamento das contas. 
No caso de Minas e do Rio Grande do Sul, a aprovação das contas de 2015 contrariou pareceres do Ministério Público de Contas (MPC), que atua nesses tribunais. 
— Uma razoável parcela de responsabilidade pela situação financeira dos estados é dos tribunais de contas — avalia o procurador Geraldo Costa da Camino, do Ministério Público de Contas do Rio Grande do Sul (Leiam mais)". 

Juntos Somos Fortes!

2 comentários:

  1. ESTÁ PENSANDO QUE O FUNCIONÁRIO QUE SEMPRE GOSTOU DE HONRAR SEUS COMPROMISSOS EM DIA,VAI ESPERAR ATÉ ABRIL PRA PEZÃO RESOLVER UM PROBLEMA QUE JÁ ACONTECE DESDE QUE SERGIO CABRAL MONTOU ESSA QUADRILHA EM 2006.DESDE AQUELA ÉPOCA ESSA QUADRILHA VEM ROUBANDO ACOBERTADA POR TJ RJ,TCE E OUTROS 'Ts".
    FUNCIONÁRIO VAI FICAR COM FOME ATÉ LÁ.
    NÃO ESTÃO ACREDITANDO NO ESTOURO DA BOIADA E TOMADA DA ALERJ E DO PALÁCIO GUANABARA,
    AGUARDEM E VERÃO POIS,SÓ OS IDIOTAS NÃO OBSERVAM A GRAVIDADE DO PROBLEMA.POLÍTICOS QUE SE DIZEM EXPERIENTES VERDADEIRAS RAPOSAS,NÃO ESTÃO LEVANDO A COISA A SÉRIO.
    AGUARDEM O ESTOURO DA BOIADA ESTÁ MAIS PRÓXIMO QUE SE IMAGINA.

    ResponderExcluir
  2. Como reclamar do estado-maior montado pelo governante? Esses órgão estão cheios de autoridades nomeadas para encobrir o rastro deixado por seu general. Ou estou enganado? Experimente levar uma notícia crime contra Cabral e seus cupinchas... Não vai dar em nada.

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. O conteúdo dos comentários são de sua responsabilidade.