Comunique ao organizador qualquer conteúdo impróprio ou ofensivo

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

IMPEACHMENT DE PEZÃO: GRAVIDADE DA SITUAÇÃO É EXTREMA, SOLUÇÃO DEVE SER EXTREMA



Prezados leitores, a situação financeira dos funcionários públicos e dos militares estaduais (Bombeiros e Policiais Militares) da ativa, da inatividade e das nossas pensionistas é desesperadora.
Os governos Sérgio Cabral-Pezão e Pezão-Dornelles faliram por completo o estado do Rio de Janeiro, sendo que até o presente momento apenas um deles está preso em Bangu 8.
O grupo das pensionistas é o mais frágil e está passando pelas maiores privações.
Elas precisam ser defendidas por nós.
Não bastam as meritórias campanhas que estão sendo desenvolvidas para o fornecimento de cestas básicas, apesar disso atenuar a fome, tendo em vista que elas estão completamente endividadas, sob ameaça de cortes de serviços como a energia elétrica.
Elas precisam receber suas pensões em dia.
Todos nós precisamos, isso é um DIREITO nosso e um DEVER do governo.
Caso não se modifique a situação noticiada pelo jornal Extra, teremos que adotar medidas extremas para solucionar o problema, algo que parece impossível com o atual governo Pezão-Dornelles.

"21/12/16 20:30 Atualizado em 21/12/16 21:30 
Com contas bloqueadas, Estado do Rio não pagará nada a servidores até o fim de 2016 
Em nota oficial, o governo do Rio informou que não conseguirá pagar, em 2016, nenhuma das parcelas do salário de novembro dos mais de 250 mil servidores que ainda aguardam o pagamento do mês. As parcelas que seriam depositadas nos dias 23 e 29 de novembro, de R$ 370 e R$ 270, respectivamente, não serão pagas. O motivo, segundo o governo, é o bloqueio das contas públicas, feito pelo governo federal. O governo promete anunciar o novo calendário de pagamento até a próxima segunda-feira, dia 26 de dezembro.
Segundo o Estado, a União cobra R$ 128 milhões do Rio de Janeiro. O valor diz respeito a parcelas de empréstimos não pagas pelo governo do Rio, e que foram quitadas pelo governo federal, por ser avalista dos empréstimos. 
O Palácio Guanabara informa, ainda, que no período entre o último dia 5 e esta quinta-feira, dia 22 de dezembro, o total de valores bloqueados já soma R$ 525 milhões nas contas do Tesouro estadual. O valor seria suficiente para quitar pelo menos um quarto da folha líquida de novembro, que é de R$ 2 bilhões (Fonte)".

Juntos Somos Fortes!

Um comentário:

  1. CARO COMPANHEIRO CORONEL PMERJ PAUL
    ESTA DRAMÁTICA SITUAÇÃO SÓ ENCONTRA PRECEDENTE COM O CRIME COMETIDO PELO BARÃO DE MURITIBA CONTRA AS VIÚVAS DOS VOLUNTÁRIOS DA PÁTRIA QUE LUTARAM NA GUERRA DO PARAGUAI DURANTE CINCO ANOS.
    O BARÃO DE MURITIBA ERA MINISTRO DA GUERRA QUE SUGERIU E CONVENCEU O IMPERADOR DOM PEDRO II QUE CANCELASSE AS COMEMORAÇÕES PREVISTAS NA CHEGADA DOS BRAVOS, POR MEDO DE ACIRRAR OS ÂNIMOS DA TROPA, TENDO EM VISTA QUE O TESOURO DO IMPÉRIO NÃO DISPUNHA DE RECURSOS SUFICIENTES PARA PAGAR OS VALORES RELATIVOS AOS SALÁRIOS E PENSÕES DEVIDAS.
    NEM MESMO O MEMORIAL EM HOMENAGEM AOS MORTOS, PREVISTO PARA SER ERGUIDO NA ATUAL PRAÇA DA REPÚBLICA FOI CONSTRUÍDO.
    A HISTÓRIA SE REPETE: A PRIMEIRA COMO TRAGÉDIA A SEGUNDA COMO FARSA, ROUBALHEIRA,CORRUPÇÃO!!
    PAULO FONTES

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.