Comunique ao organizador qualquer conteúdo impróprio ou ofensivo

domingo, 7 de maio de 2017

PAGAMENTO: O SOFRIMENTO DOS MILITARES E DOS SERVIDORES CONTINUA NO RIO DE JANEIRO



Prezados leitores, os governo Sérgio Cabral e Pezão quebraram economicamente o estado do Rio de Janeiro e quem segue pagando pelos seus mal feitos e pelos seus erros de gestão são a população, o funcionalismo público e os militares (Policiais e Bombeiros).
Segundo delação Sérgio Cabral partilhava entre familiares parte das propinas que recebeu, mantendo para todos uma vida digna da nobreza, eis uma causa do sofrimento da população, do funcionalismo e dos militares: a roubalheira desenfreada, ampla, geral e irrestrita.
A péssima gestão foi a outra causa, como exemplo podemos citar os contratos casados de compra e de manutenção de parte da frota de viaturas da Polícia Militar, os quais foram denunciados ao Ministério Público e hoje tramita processo sobre superfaturamento e improbidade administrativa.
Cabral e Pezão destruíram o Rio de Janeiro e estão arrasando as finanças de centenas de milhares de famílias.

"Jornal Extra
07/05/17 06:00 
Governo do Rio vai definir, nesta semana, se vai priorizar salário de abril da Segurança 
Nelson Lima Neto 
O governo do Rio definirá nesta semana se vai continuar a priorizar os servidores da Segurança Pública. Atualmente, o estado deve o salário de março a 208 mil funcionários. Este grupo é formado, em sua maioria, por ativos das áreas da Saúde e de Ciência e Tecnologia e por inativos da Educação.
O problema é que no dia 15 de maio vence o prazo para o pagamento do salário de abril do funcionalismo. Caso siga com a política adotada nos dois últimos meses, o estado fará o pagamento de abril de ativos, aposentados e pensionistas da Segurança até o dia 15, enquanto os 208 mil servidores que não receberam março terão de esperar o anúncio de um calendário de pagamento.
Na última semana, o Estado foi alvo de ações judiciais que ordenaram o arresto de recursos para o pagamento de entes do Legislativo e do Judiciário. A expectativa é de ter o caixa livre nessa semana para avaliar as possibilidades de pagamento até o dia 15 de maio (Fonte)". 

Juntos Somos Fortes!

Um comentário:

  1. Só o Legislativo e o Judiciário que recebe em dia, deve ser por isso que esse governo ainda se encontra no poder !!!

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.