BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS ESGOTADOS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os próximos livros a serem publicados pelo Coronel Paúl, basta encaminhar e-mail para pauloricardopaul@gmail.com e forneceremos informações.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

PACOTE DE MALDADES: PRESSÃO FAZ ALERJ DEVOLVER PACOTE



Prezados leitores, a pressão dos funcionários públicos e dos militares estaduais (Bombeiros e Policiais) fez com que o presidente da ALERJ recuasse e devolvesse para o governador Pezão o "pacote de maldades".
Uma vitória que comprova a nossa força, mas que deve ser vista como estímulo para que a mobilização continue, não podemos esmorecer.
Acessem o link do Jornal Extra:


Juntos Somos Fortes! 

2 comentários:

  1. *NOTA OFICIAL* O Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais esclarece que o governo, numa atitude de recuo, vendo a possibilidade de ser derrotado, veiculou na imprensa a intenção de devolução do pacote e a não votação do aumento da alíquota previdenciária para este ano, inclusive o triênio.
    O MUSPE FAZ UM CHAMADO:
    precisamos, mais do que nunca, manter a nossa mobilização para o dia 20, 10h, na ALERJ, ainda que o pacote seja devolvido!
    Tivemos um ano muito difícil e, nesses últimos meses, resistimos e lutamos bravamente pelos nossos direitos e por nossa dignidade!
    Também não aceitaremos a chantagem que o Governo Federal tanta nos impor: exigindo o aumento da contribuição previdenciária em troca de um socorro financeiro ao Estado.
    O governo precisa e vai conhecer de uma vez por todas a força dos servidores e da população!
    Dia 20, na ALERJ! Todos juntos, às 10h!

    *MUSPE - Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais*

    ResponderExcluir
  2. Muitas escaramuças estão sendo tramadas contra os servidores. Os políticos, esquecendo-se de quem os colocou lá, são os INIMIGOS do povo. Servem-se ao invés de servir. Temos sim que continuar nas ruas e sabermos eleger outros representantes em 2018.

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. O conteúdo dos comentários são de sua responsabilidade.