BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS ESGOTADOS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os próximos livros a serem publicados pelo Coronel Paúl, basta encaminhar e-mail para pauloricardopaul@gmail.com e forneceremos informações.

segunda-feira, 30 de julho de 2012

RIO: CRIMINALIDADE AVANÇA. ONDE FOI PARAR O EFEITO UPP?

Coronel Paúl
Protesto 2011
 
RECRUDESCEM FORTEMENTE A VIOLÊNCIA E A CRIMINALIDADE NOS BAIRROS NOBRES, RICOS DO RIO! 
1. Os bairros nobres do Rio estão concentrados na AISP-23 e, portanto, no BPM-23. São eles: Ipanema, Leblon, Gávea, Jardim Botânico, Lagoa, São Conrado, além dos pacificados Rocinha e Vidigal. 
2. No relatório do Instituto de Segurança Pública da Secretaria de Segurança do Governo do Estado do Rio, os crimes de maior violência estão agrupados no primeiro bloco. São eles: Homicídios Dolosos, Tentativa de Homicídio, Lesão Corporal Dolosa e Estupro. 
3. Comparemos 2011 com 2012, ambos no primeiro semestre –janeiro a junho. Os Homicídios Dolosos passaram de 8 no primeiro semestre de 2011 para 14 no primeiro semestre de 2012, num crescimento de 75%. Tentativas de Homicídio passaram no primeiro semestre de 8 em 2011 para 37 em 2012, num crescimento de 362%. As Lesões Corporais Dolosas passaram no primeiro semestre de 475 em 2011 para 617 em 2012 num crescimento de 30%. Os Estupros passaram de 17 em 2011 para 25 em 2012 num crescimento de 47%, semestre a semestre. 
4. Poderia se pensar que se trata de um movimento de curto prazo. Mas não é assim. Para isso, comparemos o primeiro semestre –janeiro a junho- de 2006, último ano do governo anterior, com o primeiro semestre –janeiro a junho- de 2012. Os Homicídios Dolosos, que foram 15 em 2006, agora são 14, ou seja, o mesmo nível. As Lesões Corporais Dolosas foram 341 no primeiro semestre de 2006 e agora 617, num crescimento de 81%. Os Estupros no primeiro semestre de 2006 foram 2, e agora no primeiro semestre de 2012 são 25, num crescimento de 1.150%. As Tentativas de Homicídio foram separadas das Ameaças só mais recentemente e não há como comparar, a menos que o ISP abrisse os dados de 2006, o que certamente mostraria o mesmo quadro. 
5. Esse é um quadro de extrema gravidade, pois exatamente nos bairros mais ricos do Rio, onde se concentra a visibilidade externa da cidade, o turismo, e servem de referência para os discursos governamentais de sucesso da segurança e de pacificação, a violência e criminalidade cresceram avassaladoramente, seja em relação a seis anos atrás, no governo anterior, seja em relação ao ano passado, em ambos os casos de forma impressionante. 
6. Para quem quiser pesquisar o link é http://www.isp.rj.gov.br/resumoaisp.asp. Clique 2012 e depois 2007 e vá ao acumulado –janeiro a junho- que compara com 2006, onde terá os números anteriores. Em ambas clique AISP 23. 
 * * * 
CRESCEM 35% OS FURTOS NA ZONA SUL DO RIO EM RELAÇÃO AO GOVERNO ANTERIOR! NOS BAIRROS NOBRES, MAIS RICOS, O CRESCIMENTO FOI DE 68%! 
1. A Zona Sul do Rio compreende as AISP/BPM 2, 19 e 23. A primeira compreende o Flamengo, Catete, Botafogo... A segunda, Copacabana e Leme. A terceira, Ipanema, Jardim Botânico, Gávea, Leblon, São Conrado, Rocinha... 
2. O ISP da Secretaria de Segurança Pública do governo do Estado do Rio divulgou os dados de criminalidade até junho de 2012. No mesmo site se tem os dados de criminalidade, ano a ano. A comparação foi feita com janeiro a junho de 2006, último ano do governo anterior. 
3. Na AISP/BPM 2 foram 2.422 Furtos entre janeiro e junho de 2006 e foram 3.207 Furtos entre janeiro e junho de 2012. Um crescimento de 32,4%. 
4. Na AISP/BPM 19 foram 3.241 Furtos no primeiro semestre de 2006 e 3.663 no primeiro semestre de 2012, num crescimento de 13%. 
5. Na AISP/BPM 23 foram 2.307 Furtos entre janeiro e junho de 2006 e 3.877 Furtos entre janeiro e junho de 2012. Um enorme crescimento de 68% nos bairros mais ricos do Rio-Capital. 
6. No total, os Furtos entre janeiro e junho de 2006 foram 7.970 e entre janeiro e junho de 2012 foram 10.747, um crescimento de 35% em toda a Zona Sul do Rio. 
Juntos Somos Fortes!

2 comentários:

  1. Ninguém acredita no projeto upp; nem o Pinóquio. Somente alguns analfabetos funcionais que se "informam" pelas primeiras páginas estampadas nas bancas das estações, talvez...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alexandre, você razão, essa tal UPP é uma tremenda piada dessa dupla de incompetentes corruptos.

      Excluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. O conteúdo dos comentários são de sua responsabilidade.