Comunique ao organizador qualquer conteúdo impróprio ou ofensivo

quinta-feira, 19 de julho de 2012

RIO: POPULAÇÃO MORRE SEM ATENDIMENTO MÉDICO

Sérgio Cabral (PMDB) e Eduardo Paes (PMDB)
O Rio é uma festa...
SITE G1: 
Mulher morre após peregrinar por hospitais e UPAs 
A família de Solange Maria Dias Alves de Souza peregrinou durante 13 dias atrás de tratamento médico. Os parentes dela foram a várias unidades de pronto atendimento (UPAs), um hospital, foram à Justiça, mas, quando conseguiram uma vaga, já era tarde: Solange, de 49 anos, não resistiu e morreu.
Os parentes de Solange estão inconformados e não conseguem acreditar que, há duas semanas, ela estava aparentemente saudável. Mas, nos últimos 13 dias de vida, Solange peregrinou por várias unidades de saúde sentindo fortes dores de cabeça. “Ela reclamava de muito dor, e pedia ajuda até para levantar. Mas ela não respondia. Estava com o rosto todo torto, um olho fechado e o outro, aberto”, contou Maria Silvânia, irmã de Solange.
Solange começou a se sentir mal no dia 5 de julho. Na UPA de São João de Meriti, o diagnóstico foi sinusite. Quatro dias depois, ainda com muita dor de cabeça e já sem reconhecer as pessoas, ela procurou atendimento na UPA de Sarapuí. No dia seguinte, a paciente buscou assistência no Hospital Moacir do Carmo, em Duque de Caxias. Segundo a família, o exame de sangue foi normal e Solange foi liberada.
No sábado, 14 de julho, nove dias depois de começar a procurar atendimento, Solange voltou a UPA de São João de Meriti. Dessa vez, médicos suspeitaram que ela poderia ter tido um acidente vascular cerebral (AVC) ou meningite. Solange passou a noite na unidade, isolada.
Família recorreu à Justiça
No domingo, a família, desesperada, recorreu à Justiça, e conseguiu um mandado de segurança que determinava a internação em qualquer hospital da rede pública ou particular. Mesmo com a decisão, os parentes de Solange só conseguiram a transferência da UPA depois de procurar a Secretaria estadual de Saúde, que informou sobre uma vaga no Hospital São Sebastião, no Instituto de Assistência aos Servidores do Estado do Rio de Janeiro (Iaserj). Mas, segundo a família, houve tanta demora que Solange não resistiu a três paradas cardíacas e morreu no início da noite (Leiam mais).
Comento:
Até quando a população do Rio de Janeiro vai assistir essas mortes por falta de atendimento médico passivamente?
Temos que nos mobilizar para evitar que essa tragédia continue ocorrendo diante dos nossos olhos.
Devemos responsabilizar criminalmente as autoridades públicas responsáveis pela saúde pública.
Enquanto não agirmos nessa direção, só nos resta torcer para não sermos a próxima vítima ou alguém de nossa família.
Juntos Somos Fortes!

3 comentários:

  1. A partir de 1º de janeiro de 2013, o salário mínimo será de R$ 667,75 (terá aumento de 7,36%).

    Artigo 92 (da Constituição do Estado do Rio de Janeiro) - Aos servidores militares ficam assegurados os seguintes direitos:
    I - garantia de salário, nunca inferior ao mínimo, ...

    Obs: O soldo é o salário do servidor público militar estadual.

    RECEBER UM SOLDO ABAIXO DO SALÁRIO MÍNIMO É VEXATÓRIO, DESUMANO E INDIGNO!

    ResponderExcluir
  2. Viatura de UPP no Morro do Fallet é atacada por bandidos e policial sofre acidente, e imprensa abafa
    .
    Uma notícia grave dessa, e apenas uma notinha no jornal, e aí ?

    É a síndrome da mala verde do Seu Cabral !

    Reprodução do O Dia On line.


    Rio - Um policial militar lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Morro do Fallet, em Santa Teresa, região central do Rio, ficou levemente ferido após uma guarnição ser atacada a tiros por bandidos na comunidade, no fim da madrugada desta quinta-feira.

    De acordo com as primeiras informações, ele bateu com a viatura que dirigia em um muro no alto da Rua Navarro, a principal da comunidade. O motorista tentava desviar de disparos feitos por bandidos. Ele bateu com a cabeça no volante. Por precaução, o militar foi levado para o Hospital Central da PM, no Estácio, a poucos quilômetros da comunidade.

    Os PMs fizeram buscas na região, mas não localizaram os criminosos. Também não houve prisões.
    blog do ricardo gama.

    ResponderExcluir
  3. A upa de são joão de meriti é uma vergonha funciona com 5 tecnicos de enfermagem para fazer inclusive o trabalho do enfermeiro,não há roupa de cama para os pacientes que ficam com frio se a família levar cobertoreselençoisos pacientes ficam literalmente jogados na sala vermelha e com uma assistencia precaria nos outro ssetores por falta de tecnicos de enfermagem.Os equipamentods como monitores e até mesmo fluxometros são sucateados ou estão sumidos,o aparelho de eletro quase nunca funciona o serviço de nutrição e dietetica nãoexiste,servem linguiça para cardiopata entre outros,só fazendo uma fiscalização surpresa,caso contrario eles fazem uma maquiagem que aparece nome de tecnico que ninguem conhece ou nunca viu na escala`´E um verdadeiro absurdo a farmacia funciona dia sim dia não,muitos pacientes vão embora sem medicação como antibiotico porque a farmacia não funciona e todos sabemos que o combate a infecçoes tem que ser rápido para não evoluir a casos mais graves e complexos!!!!ATENÇÂO GOVERNADORSOMOS BAIXADA MASESTAMOS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO!TE ELEGEMOS TAMBEM SOCORRO !!!!!!

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.